Logo CIH

Banner Topo

Instituições discutem a temática Sistema Plantio Direto

 

Representantes da Itaipu Binacional, Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação, Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Universidade Estadual de Londrina (UEL), reuniram-se no Parque Tecnológico Itaipu (PTI) para uma reunião de apresentação, nivelamento e alinhamento dos projetos e equipes, que discutem a temática Sistema Plantio Direto.

 

ReuniaoPlantio

O encontro aconteceu nas dependências do Parque Tecnológico Itaipu (PTI)

 

O objetivo do encontro foi discutir a sinergia entre as instituições envolvidas e a correlação entre os projetos executados, visando concentrar esforços na ampliação das ações e alcance dos resultados; além da organização do Fórum de Inovação em Agronegócio – Oeste do Paraná, que será realizado em Cascavel, com foco nas ações para avanço do Sistema Plantio Direto com qualidade, Índice de Qualidade Participativo do Sistema Plantio Direto (IQP) e agricultura sustentável na região Oeste paranaense.

 

Entre os temas abordados estiveram o Projeto Estímulo à Qualidade do Sistema Plantio Direto na BP3, Índice de Qualidade Participativo, Projeto Plante seu Futuro, Projeto Solo Vivo e o evento Fórum de Inovação em Agronegócio – Oeste do Paraná.

 

Sistema Plantio Direto com Qualidade – Conservação de solo e água, sustentabilidade, produtividade e rentabilidade

 

Desde 2009, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), por meio do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), atua em convênio com a Itaipu Binacional e a Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (FEBRAPDP). Entre os principais resultados da parceria está o desenvolvimento de uma metodologia participativa, denominada Índice de Qualidade Participativo do Sistema Plantio Direto (IQP), com o objetivo de qualificar o Sistema Plantio Direto e aplicação da metodologia IQP em 8 microbacias, em 6 municípios do Oeste Paranaense.

 

Em 2015, o Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) desenvolveu um sistema web no qual é possível calcular o Índice de Qualidade Participativo do sistema plantio direto (IQP), em uma escala macro (avaliação do produtor/propriedade) e micro (gleba agrícola individual), com base em um cadastro e parâmetros de qualidade de manejo do solo. A plataforma também permite realizar a visualização geográfica das informações em um mapa interativo.

 

As próximas etapas do projeto consistem na difusão da metodologia IQP e do Sistema Plantio Direto com Qualidade a nível regional (demais produtores rurais da região Oeste), estadual e nacional.