Logo CIH

Banner Topo

Integrantes de Cátedra da UNESCO visitam o CIH

 

Um grupo de professores e alunos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Campus Palotina visitou o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) nesta sexta-feira (15). Eles integram a Cátedra UNESCO para o Desenvolvimento Sustentável - 'Nexo Água – Energia'.

 

visitaCIH

Reunião de alinhamento da Cátedra UNESCO para o Desenvolvimento Sustentável - 'Nexo Água – Energia' com o Centro Internacional de Hidroinformática (CIH). Foto: Poliana Corrêa

 

Além do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) – parceiro da Cátedra, o grupo também visitou o Laboratório de Automação e Simulação de Sistemas Elétricos(Lasse), Núcleo de Pesquisa em Hidrogênio (NUPHI) e o Centro Internacional de Energias Renováveis (Cibiogás-ER). O roteiro contou ainda com uma visita técnica ao Condomínio de Agroenergia para Agricultura Familiar – Ajuricaba – em Marechal Cândido Rondon – e a Granja Haacke – em Santa Helena – onde puderam conhecer a metodologia e o funcionamento de biodigestores.

 

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do Programa de Pós-Graduação e Meio Ambiente e Desenvolvimento, busca orientar mestrandos e doutorandos para que suas teses estejam conectadas ao desenvolvimento socioeconômico sustentável. De acordo com a Prof.ª Drª. Sigrid Andersen, vice-coordenadora do Programa de Pós Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento da Universidade Federal do Paraná (UFPR). “A experiência do Centro Internacional de Hidroinformática e demais projetos demonstram na prática experiências as quais os alunos possam se interessar e envolver em suas pesquisas”.

 

vistaAjuricaba Catedra

Alunos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) visitam Condomínio de Agroenergia para Agricultura Familiar – Ajuricaba – em Marechal Cândido Rondon. Foto: Cássio Wandscheer

 

Cátedra

 

A Cátedra UNESCO para o Desenvolvimento Sustentável - 'Nexo Água – Energia' tem como objetivo desenvolver pesquisas e extensões; bem como uma linha de pesquisa relacionada ao nexo água-energia buscando contribuir para o desenvolvimento e análise de recursos em aspectos econômicos, sociopolíticos e socioculturais de desenvolvimento visando alcançar o aprendizado de técnicas que poderão ser implementadas nas várias áreas e formular políticas integradas relativas ao meio ambiente e ao desenvolvimento; além de fortalecer a cooperação científica internacional promovendo e coordenando uma rede mundial de instituições dedicando atenção particularmente às instituições de países em desenvolvimento.