Logo CIH

Banner Topo

CIH É DESTAQUE EM EVENTO SOBRE EROSÃO E SEDIMENTAÇÃO DA UNESCO


O Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) participou, nos dias 25 e 26 de julho, en San Jose (Costa Rica), do Taller Gestão de Sedimentos e Tomada de Decisões organizado pelo Programa Hidrológico Internacional (PHI) da UNESCO-LAC. O evento, organizado de forma conjunta com o Comitê da Costa Rica do PHI, reuniu técnicos, cientistas e gestores, tanto na esfera pública quanto privada, para discutir, trocar experiências e propor medidas de atuação em conformidade com o estado da arte relacionado aos processos de erosão e sedimentação na América Latina e Caribe.

itaipu


O taller faz parte do programa ISI (Iniciativa Internacional sobre Sedimentação), um dos programas globais do Programa Hidrológico Internacional da UNESCO. O Programa ISI surgiu com a proposta de debater os processo de erosão, sedimentação e gestão de baciais em sistemas fluviais e corpos de água sobre um prisma socioecônomico e ambiental.

O CIH participou do Painel sobre a Avaliação Economica e Social do Impacto da Erosão e Sedimentação, em que foram apresentadas três ações que possuem relação direta com a problemática da erosão e sedimentação: Gestão de Bacias Hidrográficas, projeto que busca investigar o território da bacia hidrográfica para encontrar as causas geradoras de impactos e propor atividades sustentáveis para a adequação das ações realizadas, Web Gestão Territorial, projeto que desenvolve ferramentas e tecnologias de gestão territorial que apoiem o planejamento e execução de políticas públicas de forma integrada, e Web Rádio Água, espaço colaborativo que possibilita a troca de informações e experiências, por meio do intercâmbio de conteúdos.

De acordo com Andressa Coutinho, analista ambiental, o CIH teve protagonismo durante o encontro em função da apresentação de resultados concretos em ações desenvolvidas no território brasileiro do ponto de vista ambiental, social e econômico. "Durante o encontro pudemos apresentar nossa contribuição para os países do LAC através dos resultados apresentados, nos colocando à disposição para apoiar no intercâmbio de informações sobre métodos de gestão e abordagem de problemas reais", comentou.

por Willbur Rogers de Souza, jornalista Web Rádio Água.

tb voltar